Menu

Para quem gosta de poemas!

julho 12, 2012 - Uncategorized
Para quem gosta de poemas!

 

Eu, o Sol…você, a Chuva!

Hoje me sinto como um dia de sol quente em que o desejo por uma chuva é inevitável.

Passei o dia em um campo ouvindo somente os sons da natureza e a desejando a chuva.

Eis então que de tento desejar, vejo ao longe as nuvens de chuva chegando, e ainda assim, lá ao fundo o céu azul e o sol ainda persistem!

Então você, a chuva, vem, de leve e suave, e então chega forte e fazendo barulho!

Cada gota faz com que meu corpo sinta o frescor e o calor que levanta do chão em direção ao céu.

E então você, que é a chuva em mim, que sou como o sol, quente, fica cada vez mais intensa e permanece chovendo por um curto período…mas um bom período!

Sinto um calor intenso, com cada gota escorrendo em meu corpo e por um momento me desligo do mundo lá fora! Deixo-me chover!

Quando o calor é resfriado em mim, sinto que a chuva vai se dissipando aos poucos, e em um mero instante…cessa!

E aquele intenso calor…acaba!

Mas outros dias quentes ainda existem, e cada vez mais desejo a chuva!

Lá, bem ao longe, na distância da ultima montanha, posso ver algumas nuvens se formando…e penso: Ah, que venha a chuva!

Passam-se alguns dias, e aos poucos sinto algumas gotas sutis de chuva e o cheiro que ela deixa quando toca o solo quente.

As gotas vão se tornando mais intensas, mais fortes e provocam uma festa em meus sentidos!

Novamente ela cai… …e como da primeira vez, cai e aquece intensamente…

…e torno a esquecer de tudo o que o sol me traz todos os dias.

Sinto-me renovada! De alma lavada…pela chuva!

Mas na incerteza de qual será o próximo instante de chuva,

que aquece e refresca ao mesmo tempo, me permito desejá-la por um raro instante!

(Autor: Ms. S)